Eficiência além da economia de energia com iluminação

Como a maior cervejaria nacional está atuando pra alcançar um resultado muito além do esperado em seu parque luminotécnico.


Liga a luz. Desliga a luz. Pode ligar novamente...

Engana-se quem pensa que a eficiência na gestão de iluminação está apenas na economia baseada no não-uso de luz. Diversos fatores atuam diretamente para uma utilização inteligente de qualquer insumo. No caso da iluminação por exemplo, todo gestor da indústria deve ter na cabeça os detalhes da Norma Técnica, que dizem respeito a quantidade mínima de iluminação para os diferentes ambientes industriais. Elas devem ser respeitadas pois na maioria das vezes garantem não apenas a segurança do funcionário que trabalha sob elas, mas também, um perfeito funcionamento dos processos. Como utilizar a sua iluminação de forma inteligente, economizando energia e mantendo-se sempre neste nível técnico?

Informação!

Com uma quantidade grande de pontos de iluminação ou até mesmo pela complexidade na coleta de dados de forma manual, fica mais fácil assumir a conta mas garantir uma boa iluminação o tempo todo. Publicamos um artigo aqui (leia) que trata bastante da economia imediata que grandes gestores tiveram com a modernização de seu parque para iluminação LED. Uma gestão inteligente vai muito além da redução de consumo pelo tipo de luminária que você está utilizando. Ela ajuda no dia-a-dia, influencia nos processos, facilitando ou automatizando eles.

Para um exemplo neste contexto, a maior cervejaria do Brasil adotou um sistema de telegestão para iluminação. O One Lumen, desenvolvimento pela Modulus One, atua nas luminárias de uma das fábricas da Ambev. O sistema permite não apenas o controle, variando o fluxo luminoso de 0 a 100%, como também colhe dados de consumo para análise. Com a dimerização, é possível utilizar apenas a intensidade necessária de iluminação, a depender do ambiente ou incidência natural de luz ao decorrer do dia. Um levantamento técnico foi realizado previamente pelos engenheiros da Modulus One, e a partir disso um projeto foi desenvolvido. Esse levantamento busca entender o parque luminotécnico tentando extrair o máximo de eficiência da iluminação que seria utilizada. A partir dos estudos e das sugestões dadas pela equipe, a Ambev ganha acesso de usuário ao sistema onde pode aplicar estes para criar perfis horários, automatizando o funcionamento de cada ponto de luz, dimerizando para diminuir a potência utilizada quando necessário, eficientizando o consumo de acordo com a necessidade do ambiente.

Mas lembra quando dissemos que uma gestão inteligente não está apenas na redução do consumo?

Dentro do sistema os usuários terão acesso a um parque digital, que georreferencia cada ponto de luz, eliminando a necessidade de inspeções para checagem ou manutenção. Ele recebe notificação sobre luminárias que apresentam irregularidades no consumo, indicando queima ou possível furto. Os dados de consumo estão sempre acessíveis e um estudo mais profundo pode ser realizado instantaneamente